quinta-feira, 21 de julho de 2011

QUERES SER ACCIONISTA DO MEU CASAMENTO?


Porque este ano ainda não falei de casamentos e o primeiro deste verão está quase aí, venho dar-vos conta da nova moda. Quer dizer, isto se calhar já não é novidade mas como festas de noivos não são de todo a minha especialidade, registo aqui a minha estupefação pelo facto.

Então não é que a acompanhar um dos convites que recebi vinha um pequeno cartão onde constava única e exclusivamente um NIB??

14 comentários:

  1. Eu fazia transferencia e mandava o preço do fato para a casa dele.
    MZ

    Pensando bem...

    ResponderEliminar
  2. Sim, hoje em dia, muitos casais "sugerem" aos convidados que ofereçam dinheiro, em vez dos tradicionais serviços, faqueiros, evitando assim receber 5 máquinas de café, 7 ferros de engomar, 9 torradeiras, aspiradores, etc... Acontece frequentemente quando o casal já vive em união de facto e já tem a casa totalmente equipada. Os envelopes estão em desuso, e assim os noivos também podem controlar quem ofereceu e em que montante. Não é essa a ideia que devia presidir a oferta do presente, nem sequer considero elegante. Mas é prático ainda que impessoal, evita os envelopes vazios ( há quem o faça, não se identificando no envelope ), e o trabalho que acarreta a troca de presentes repetidos, poupa espaço na arrecadação, aos convidados poupa tempo na decisão do que oferecer aos noivos. É que nem sempre é fácil conciliar a disponibilidade financeira de cada um, com os gostos dos noivos. E assim, pouco ou muito, pressupõe-se que foi dado de coração e os noivos que comprem o que mais desejarem.
    Há também quem coloque listas de casamento em lojas, e cada qual pode ir até às lojas indicadas e oferecer na totalidade, ou fracções de um presente escolhido pelos noivos.
    M.

    ResponderEliminar
  3. podia escrever um post sobre a minha opinião, mas tenho amigos que se vão casar e lêem o meu blog, logo não ficaria bem. acho muito triste que hoje quando se recebe algum convite para um casório o 1º pensamento é "bolas, mais uma despesa". parece que se tornou obrigatório doar 100€ aos noivos. acho deselegante e realmente triste..mas é assim..

    ResponderEliminar
  4. Eu preferia um terminal de multibanco à espera na boda. Sempre é mais elegante e dá para brincadeiras divertidas depois da troupe toda devidamente alcoolizada.

    ResponderEliminar
  5. Maria Eva, pelos vistos...

    Anónimo MZ, uns calçoes também nao custam assim tanto.

    Anónimo M., tudo muito bem, mas haja um pouco de pudor, nao?

    cê-agá, e entao? Também é um amigo meu que se vai casar e quando lhe der a prenda que vai ser dinheiro vivo vou-lhe dizer isso mesmo.

    Mak, isso era capaz de ser boa ideia, nao convinha era convidar o gang senao dava mau resultado.

    menina, pois...

    ResponderEliminar
  6. Perfeitamente compreensível. Não há envelopes vazios ou cheques sem cobertura.

    ResponderEliminar
  7. Só não sei se é necessário entregar o comprovativo de transferência aos noivos...

    ResponderEliminar
  8. what, seriously? hahaha

    mas tu não vais a um casamento desses pois não? que falta de tudo!

    **

    ResponderEliminar
  9. lâmpada mervelha, já me perguntei isso mesmo mas como vai ser uma prenda em dinheiro não há NIB.

    Alix, se recebi um convite e é de um amigo, vou. Não concordo com isso do NIB e ele vai percebê-lo, mas não deixo de ser amigo dele e ficar feliz por ele.

    ResponderEliminar
  10. claro, claro.

    mas ainda pensei que fosse alguma espécie de piada tua, afinal é mesmo VERDADE! a sério nunca pensei, pronto...vivendo e aprendendo ;))

    ResponderEliminar

Falem com o Jibóia, falem...