segunda-feira, 19 de maio de 2014

O ROMANTISMO DA VITÓRIA


Todos nós gostamos de nos sentir integrados num grupo. E grupos há-os para todos os gostos. Tal como o POC, também eu pertenço ao de benfiquistas que fez os possíveis e impossíveis para ir a todas as finais do Benfica este ano. Confirmo e partilho os sacrifícios que ele descreve, sem tirar nem por.

Depois de no ano passado termos sofrido como nunca, aguentado tudo o que havia para aguentar e esta época ainda se nos ter ido o nosso Rei, renascemos e terminámos ontem uma época em crescendo recheada de romantismo e a roçar a perfeição: três troféus é obra!

Ver a cumplicidade entre adeptos de todos os estratos sociais, viver e partilhar histórias bonitas (como esta do Sacana) que personificam a mística benfiquista, é algo que nos deixa genuinamente felizes e orgulhosos do nosso clube.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Falem com o Jibóia, falem...